As diferenças entre Gripe Comum e Gripe H1N1 - CURA

As diferenças entre Gripe Comum e Gripe H1N1

Saiba quais são as diferenças entre a gripe comum e a gripe H1N1. Entenda os sintomas, a duração e os tratamentos de cada uma.

Você sabe a diferença entre a gripe comum e a gripe H1N1? O diretor clínico do CURA Lab, Dr. Charlles Heldan M Castro, responde as principais dúvidas sobre o assunto.

GRIPE COMUM

Sintomas – A gripe comum é caracterizada pelos sintomas de calafrios esporádicos, febre de até 39°C, dor de cabeça, tosse e dores musculares.

Duração – Tem duração de uma a duas semanas.

Tratamento – Medicações sintomáticas para diminuir a febre e aliviar as dores; ingestão de líquidos e lavar o nariz com soro fisiológico para a desobstrução e hidratação das vias respiratórias.

GRIPE H1N1 – A H1N1 é uma gripe tipo A causada pelo vírus Influenza A.

Sintomas – Os sintomas da gripe H1N1 são similares ao da gripe comum, porém com uma intensidade maior. Febre alta, calafrios intensos, tosse seca e contínua e dores musculares. O H1N1 tem mais chances de causar complicações respiratórias.

Duração – Também tem duração de uma a duas semanas, porém os sintomas podem não aparecer todos juntos.

Tratamento – Medicações sintomáticas para diminuir a febre e aliviar as dores (antitérmicos, analgésicos, descongestionante, xarope…); recomenda-se a ingestão de líquidos; alimentação saudável; e repouso. Nos casos de insuficiência respiratória é necessário procurar o médico para tratamento com um antiviral específico a fim de prevenir complicações no sistema respiratório.

Como prevenir a gripe?

Nos dois casos, medidas simples do dia a dia podem reduzir o risco de infectar-se lavar as mãos (principalmente antes de ingerir qualquer alimento); limpar o nariz em lenços descartáveis; não compartilhar objetos de uso pessoal como garrafas com água, talheres; evitar e manter os ambientes bem ventilados; e vacinar-se.

O CURA disponibiliza as seguintes vacinas:

– trivalente contra influenza de 2016, que protege contra H1N1, H3N2 (ambos vírus da Influenza A) e uma cepa da Influenza B.

– tetravalente ou quadrivalente – que além de proteger contra o H1N1, o H3N2 e a Influenza B também protege contra uma segunda cepa da Influenza B.