Biópsia do câncer de mama - CURA

Biópsia do câncer de mama

Neoplasia mais comum entre as mulheres, o câncer de mama pode ter rápida progressão, dependendo do seu tipo histológico. Em alguns casos, pode dobrar de tamanho em apenas dois meses.

A agilidade na avaliação e encaminhamento de pacientes diagnosticadas com a patologia  ou que apresentem sinais suspeitos é de total  importância para aumentar  chance de cura, que é superior a 90% quando diagnosticado precocemente, e minimizar a agressividade do tratamento.

Além dos métodos de imagem como mamografia, ultrassonografia e ressonância magnética, a   biópsia desempenha um papel fundamental no diagnóstico, estadiamento e estabelecimento dos fatores preditivos e prognósticos da doença.

O CURA Imagem, e Diagnóstico foi um dos primeiros laboratórios de São Paulo a realizar biópsia, e tem uma expertise de mais de três décadas e 20 mil procedimentos realizados, oferecendo resultados altamente precisos aos médicos e atendimento humanizado às pacientes.

Tipos de biópsia

Biópsia por punção

O que é?

Procedimento simples e rápido para avaliar cistos dolorosos ou de baixo risco para câncer de mama, para eliminar dúvidas sobre a ocorrência ou não da doença.

Como é realizada?

Por meio da introdução de uma agulha fina no nódulo, retira-se um fragmento  para posterior avaliação em estudo citológico. Realizado com anestesia local leve, paciente retoma as atividades no mesmo dia.

CoreBiopsy

O que é?

Procedimento para retirada de  seis fragmentos do interior do nódulo mamário para avaliação histológica.

Como é realizada?

Após assepsia e aplicação de anestésico, retira-se o fragmento interno do nódulo por meio da punção com agulha grossa. A agulha é orientada por uma tecnologia de imagem. A amostra é encaminhada pra avaliação histológica para estabelecer o tipo de tumor, enquanto a avaliação imunohistoquímica estabelece se  responderá ou não ao tratamento com quimioterapia.

Mamotomia

O que é?

Procedimento de biópsia com visualização pela mamografia ou  ultrassonografia. Utilizando agulha grossa, permite avaliar tumores sólidos, microcalcificações ou alterações na arquitetura das mamas ou qualquer achado suspeito encontrado nos exames de imagem.

Como é realizada?

Após aplicação de anestésico local, retira-se um fragmento maior da mama, por meio de punção a vácuo com agulha grossa, com diversas amostras de tecido a partir de  uma incisão. Assim como na CoreBiopsy, a agulha é orientada por uma tecnologia de imagem.

Vantagens

  • Procedimentos não exigem internação e permitem a retomada imediata das atividades por parte da paciente.
  • Risco reduzido de intercorrências.

Por que o CURA?

  • Expertise consolidada de mais de 30 anos em biópsias, com mais de 20 mil procedimentos realizados.
  • Equipe altamente qualificada, composta por médicos especializados e detentores de títulos de pós-graduação, para realizar o procedimento e interpretar resultados.
  • Uso das mais avançadas tecnologias disponíveis no mercado.
  • Precisão e acurácia dos resultados amplamente reconhecidas pela área de saúde.
  • Canal direto de comunicação com os médicos para esclarecimento de dúvidas.
  • Notificação imediata frente a qualquer achado crítico.
  • Atendimento humanizado, prezando pelo conforto e tranquilidade da paciente em todos os momentos.

Nossos diferenciais

  • Suporte antes e após a biópsia em todas as necessidades da paciente e seu médico.
  • Acompanhamento da paciente até 30 dias após o procedimento, para reverter dores, hematomas ou qualquer outra intercorrência.
  • Equipe qualificada que facilita obtenção de resultados mais confiáveis e seguros.
  • Qualidade dos resultados amplamente reconhecida pela área de saúde.