Outubro Rosa: a importância da mamografia e RM da mama - CURA

Outubro Rosa: a importância da mamografia e RM da mama

Você já deve ter ouvido falar da Campanha Outubro Rosa, não é mesmo?

O movimento tem ganhado cada vez mais destaque e tem como propósito promover a conscientização sobre o Câncer de Mama, a importância do diagnóstico precoce, além de contribuir de forma expressiva para a redução da mortalidade pela doença – através de informações de prevenção.

Sim, a campanha é extremamente relevante já que este tipo de câncer é o que mais mata mulheres no Brasil e no mundo.

Saiba mais sobre a doença

O câncer de mama é uma enfermidade causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Segundo uma pesquisa do INCA – Instituto Nacional de Câncer, mais de 60 mil mulheres foram diagnosticadas com a doença em 2020.

A boa notícia é que o Outubro Rosa desmitifica e ajuda no combate à doença, através da divulgação de informações e instruções de prevenção.

Dados apontam que a taxa de mortalidade da doença caiu mais de 40%, e o diagnóstico precoce foi essencial para isso. Quando detectado em fases iniciais as chances de cura são grandes, chega a 95% dos casos.

Por isso, formas de prevenção como o autoexame das mamas e a realização da mamografia são tão importantes e fortemente indicados durante o Outubro Rosa.

Mamografia

No caso da mamografia, a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), recomenda que seja feita anualmente por mulheres a partir dos 40 anos de idade. Em casos considerados de alto risco, como pacientes com histórico familiar da doença, o rastreamento é feito de forma mais recorrente e precoce.

Em tempo: o câncer da mama pode ser hereditário ou ocasional. Ou seja, não significa que apenas mulheres que tenham parentesco materno com câncer de mama terão predisposição à doença. As mulheres que não têm ocorrência familiar também podem ser acometidas pela patologia.

A seguir, listamos as principais dúvidas relacionadas aos exames de diagnóstico da mama. Tudo para descontruir o medo das mulheres sobre esses procedimentos de rastreio e incentivar checkups de rotina e os cuidados com a sua saúde. Vamos lá?

8 respostas sobre a Mamografia e a RM de mama

1- Primeiramente, o que é a mamografia e qual a sua finalidade?

Como dissemos acima, a mamografia é um exame indispensável para chegar a um diagnóstico precoce de câncer de mama.

Basicamente, é raio-x que produz imagens de alta qualidade das mamas, que identifica tumores que ainda estão pequenos demais para serem sentidos durante o exame de toque. O rastreamento tem duas finalidades: detecção precoce do câncer de mama e redução das cirurgias desnecessárias.

2 – Como é a realização da mamografia?

A mamografia é realizada por um profissional em radiodiagnóstico. Durante o exame, a paciente fica de pé ao lado do equipamento. As mamas são, uma a uma, comprimidas firmemente entre duas placas planas, a fim de espalhar o tecido mamário e reduzir a dose de radiação necessária para obter a imagem.

Por fim, quem analisa as imagens captadas é um médico radiologista, oncologista ou mastologista.

3- A mamografia é um exame doloroso?

Pode se admitir que é um exame desconfortável e por isso muitas mulheres tem medo de realizar o procedimento. No entanto, se a paciente for preparada para o exame, ele torna-se perfeitamente tolerável. A compressão que a mamografia exige é necessária para a redução da dose de radiação, assim como, imobilidade da mama, dissociação das estruturas e uniformização das densidades.

4- Mulheres que têm silicone na mama podem fazer o exame da mamografia?

Elas devem! Não há restrição para realização do exame para pacientes com prótese. Como já afirmamos, a mamografia é considerada um dos procedimentos mais eficazes na detecção precoce do câncer de mama, por isso é indicada para todas as mulheres.

5- A mamografia é suficiente para a detecção do Câncer de Mama?

A mamografia auxilia no processo de diagnóstico, no entanto, para a confirmação de fato, a paciente também deve fazer uma biopsia para descobrir se o tumor é benigno ou maligno, ou seja, se é um câncer ou não.

Lembrando que a biópsia não significa que a mulher tem câncer, é apenas mais uma fase da investigação.

6- Quando é indicada a RM de mama?

A Ressonância magnética é indicada para mulheres diagnosticadas com câncer de mama e determina, com mais precisão, o tamanho do tumor e a existência de outros tumores na região. Também é utilizada para determinar o estágio do câncer, já que o procedimento é capaz de medir o tamanho e a extensão dos tecidos cancerosos. Como o exame não usa radiação, ele também é indicado para fazer o rastreamento de câncer em mulheres que não devem ser expostas a ela.

7- Como é realizada a Ressonância Magnética da mama?

Trata-se de um exame que utiliza poderosos ímãs para formar imagens. Para realizar a Ressonância Magnética da Mama (Bilateral), a paciente deita-se na maca de barriga para baixo e permanece nessa posição por cerca de 20 minutos.

8 – Onde realizar a mamografia e, se necessário a Ressonância Magnética da Mama?

No CURA Mulher, que possui uma estrutura dedicada especialmente para exames femininos. O espaço dispõe do que há de melhor e mais avançado em tecnologia médica, com atendimento humanizado e equipes altamente qualificada em diagnósticos.

Tudo para sua comodidade, bem estar mas principalmente, em prol da sua saúde.

Se cuide e deixe que o CURA Mulher cuide de você! <3

 

E então? Já se sente mais segura para fazer seu agendamento? Acesse nossos canais de atendimento e escolha seu horário de forma prática e rápida aqui.